Tags

, , , , , , , , , ,

Doce verde olhar. Se eu pudesse desenhar a felicidade, ela teria a cor dos seus olhos. Aqueles que brilham para mim todas as vezes que os nossos corpos se juntam para realimentar vontades e pedem por mais um ‘eu te amo’ para reafirmar as nossas escolhas.

Teu verde olhar. Amadurece-me por dentro e faz florescer cada sentimento que teima em cair como pétalas nas vezes que os dias acordam cinzas sem dizer por quê. Um verde que me olha de lado, enquanto permanecemos deitamos ouvindo o respirar dos corpos, depois da troca de toques e cheiros. Um olhar que escuta, apesar da língua que corre solta na eterna ansiedade de expor o que pensa para ser debatido e reafirmar as suas verdades. Teu verde brilha como esmeralda forte em meio à caverna escura, reafirmando a todos que a veem o poder que guarda dentro de si, sem deixar transparecer fraquezas.

Por fora é muralha, mesmo que por dentro o preto por vezes invada para entristecer e mostrar o quanto é humano por se sentir sem rumo diante das múltiplas cores diárias que se misturam e nos confundem para nos fazer cair. Um preto que grita por dentro, mas que por fora é conforto, servindo de moradia para as mais diferentes bandas e estampas que vestem teu corpo que tanto amacia meu peito quando deitas em mim.

E enquanto teu verde brilha reafirmando sua fortaleza de joia rara misturado ao preto que ajuda a destacar suas ideologias, por dentro também se faz vermelho. É quente, é arrepio, é amor que invade sem medir vontades, é a cor da criança que brinca sem perder o fôlego e não deixa morrer a alma infantil que mora em si. Vermelho é a cor que grita na alma da gente. Que pulsa e tem raiva, buscando sempre por justiça para si mesmo e para aqueles que abrem  os braços para que teu verde possa entrar.

Eu permiti a entrada, e hoje sou verde, vermelho, preto e a cor que mais quiser, pois contigo aprendi que todas as cores tem o mesmo significado pois, juntas, formam o branco da paz que tanto buscamos.

Teu verde tornou-se a minha paz e hoje alimenta o colorir que me completa. “E ali logo em frente, a esperar pela gente, o futuro está…” Você me aquarela.

Anúncios